Saltar ligações

Cannabis Vs. Marijuana: O que precisa de saber

Muitas vezes, as expressões "Cannabis" e "Marijuana" são usadas como sinónimos, criando confusão sobre se se referem à mesma planta ou a outra. Neste artigo, vamos examinar as diferenças entre Cannabis e marijuana, bem como as várias aplicações desta planta adaptável.

Cannabis e Marijuana: O que é que tem um nome?

A Cannabis Sativa L é um género de plantas com flores com três espécies: Cannabis Sativa, Cannabis Indica e Cannabis Ruderalis. Este género tem várias estirpes e cultivares com características distintas, por vezes designadas por marijuana.

Cannabis

Cannabis refere-se a todo o género de plantas. Estas plantas têm utilizações industriais, médicas e recreativas e são cultivadas há milhares de anos. Os canabinóides da cannabis interagem com o sistema endocanabinóide humano para afetar as funções fisiológicas e psicológicas.

Tradicionalmente, a Cannabis Sativa L é classificada em três variedades diferentes:

Cannabis sativa

Antigamente, pensava-se que as variedades Sativa davam energia e elevavam a moral. O THC, o ingrediente psicoativo responsável pela "moca" associada à canábis, está normalmente presente em maiores quantidades do que o CBD, uma molécula não intoxicante com possíveis efeitos medicinais.

Cannabis Indica

No passado, presumia-se que as variedades Sativa acalmavam e sedavam. Podem ser úteis no tratamento da dor, na redução do stress e na melhoria do sono.

Cannabis Ruderalis

As indústrias utilizam normalmente a Ruderalis, a menos reconhecida das três espécies, devido ao seu baixo nível de THC. Os criadores cruzam a Ruderalsi com outras variedades para desenvolver variedades de canábis de floração automática.

Marijuana

Marijuana é a gíria para Cannabis, mais utilizada nos EUA. A origem do seu uso remonta à época em que a canábis foi estigmatizada e associada ao início do século XX.

Cannabis vs. Marijuana: Distinções legais

Não existem distinções legais entre Cannabis e marijuana. Muitas regiões regulamentam a produção, a posse e o consumo de canábis.

Cannabis Marijuana
Imagem fornecida por Releaf via Imagens de canábis

Utilização médica e recreativa

Muitas nações e estados permitem a utilização medicinal e recreativa da canábis. Estas áreas permitem a utilização legal da marijuana, controlando-a normalmente em termos de qualidade e segurança. Os médicos dão marijuana medicinal para tratar a dor crónica, a epilepsia e a ansiedade.

Utilização industrial

A cannabis é cultivada para uso industrial, medicinal e recreativo. O cânhamo industrial é cultivado para fibras, sementes e óleo. Estas plantas contêm menos THC e não deixam o utilizador pedrado. Têxteis, papel, biocombustíveis e outros artigos amigos do ambiente são feitos de cânhamo industrial.

Porque é que as pessoas consomem canábis?

O consumo de cannabis é variado, e a variedade e a forma dependem dos objectivos. Seguem-se as principais razões para consumir Cannabis:

Uso medicinal

Há muito tempo que as pessoas utilizam a canábis medicinal. Os seus canabinóides e terpenos podem ser medicinais. As utilizações medicinais mais populares da canábis incluem:

Para controlar a dor

A cannabis reduz a dor crónica, o que a torna uma boa escolha para doentes com artrite, fibromialgia e cancro.

Depressão, ansiedade

As variedades de canábis ricas em THC e CBD podem reduzir a ansiedade e o desespero.

Epilepsia

Os tratamentos para a epilepsia à base de CBD podem reduzir a frequência e a gravidade das crises.

Náuseas/vómitos

As qualidades antieméticas da canábis ajudam os doentes em quimioterapia.

Perturbações do sono 

Algumas variedades de índica ajudam os insónios a dormir melhor.

Utilização recreativa

Muitas variedades de canábis são apreciadas e alteram o humor de muitos utilizadores recreativos. Isto pode proporcionar relaxamento, alegria e sociabilidade. Alguns utilizam a canábis socialmente ou para descontrair após um dia difícil.

Utilização espiritual e ritual

Muitos ritos religiosos e espirituais incluem a canábis. Algumas civilizações pensam que a planta as ajuda a encontrar um poder superior ou a realizarem-se a si próprias. As igrejas rastafariana e nativo-americana utilizam a canábis nas suas cerimónias.

Inspiração para a criatividade

A canábis estimula a criatividade e a inspiração de certos artistas. Pode ajudar os indivíduos a ultrapassar obstáculos mentais e a abordar a arte de forma mais aberta. A criatividade do indivíduo é complicada e varia consoante a sua relação com a canábis.

Aplicações do sector

Os têxteis não psicoactivos, o papel, os plásticos biodegradáveis e os materiais de construção utilizam o cânhamo industrial para a sua produção. Ácidos gordos essenciais encontram-se nas sementes e no óleo de cânhamo, utilizados em alimentos e cosméticos.

Estirpes de canábis e seus efeitos

Como já foi dito, as variedades de canábis Sativa, Indica e híbrida têm impactos e características diferentes. Os utilizadores podem escolher a pressão adequada ao compreenderem estas estirpes.

Estirpes de Sativa

Tradicionalmente, estes eram considerados os impactos típicos das estirpes de sativa:

  • Animador e inspirador
  • Aumento da capacidade inventiva
  • Maior atenção e consciência
  • Falador e sociável
  • Quantidades elevadas podem causar ansiedade ou paranoia.

As sativas como a Sour Diesel, a Jack Herer e a Durban Poison são populares.

Estirpes Indica

Do mesmo modo, tradicionalmente, pensava-se que os efeitos das estirpes Indica incluíam:

  • Sedante e relaxante
  • Alívio da dor
  • Músculos relaxados
  • Melhoria do sono
  • Estimulação do apetite

As estirpes Indica incluem a Northern Lights, a OG Kush e a Purple Kush.

Estirpes híbridas

As variedades híbridas combinam traços de sativa e indica. Existem híbridos de indica, sativa ou equilibrados. Com base na sua genética, as estirpes híbridas podem provocar uma variedade de efeitos no consumidor.

Consumo de canábis

A experiência do utilizador depende também das técnicas de consumo de cannabis. Alguns métodos de consumo comuns:

Fumar

A combustão da canábis liberta substâncias químicas vaporizadas que são inaladas. Esta abordagem de início rápido utiliza charros, cachimbos e bongos.

Vaporizador

A vaporização da canábis liberta substâncias químicas activas sem combustão, aquecendo a planta ou o concentrado. Devido ao facto de ter menos subprodutos, esta prática é geralmente considerada mais saudável do que fumar.

Comestíveis

Brownies, gomas e bebidas com cannabis são formas subtis de consumir cannabis. O sistema digestivo retarda os efeitos, uma vez que os químicos passam por ele antes de entrarem em circulação.

Tinturas

As tinturas de cannabis são extractos líquidos sublinguais de absorção rápida e dosagem regulada.

Tópicos

Os cremes, loções e bálsamos de canábis aliviam a dor e a inflamação localmente na pele. Os efeitos psicoactivos estão ausentes.

Dabbing

O dabbing utiliza uma superfície aquecida para vaporizar concentrados de canábis, como cera ou shatter. Embora potente, esta abordagem deve ser utilizada com cuidado devido ao seu elevado nível de THC.

Adesivos transdérmicos

Os pensos transdérmicos que administram canábis através da pele proporcionam um conforto duradouro sem necessidade de doses regulares.

Conclusão

Os termos Cannabis e marijuana significam a mesma coisa. Para fazer escolhas informadas sobre a utilização da canábis, é necessário compreender este facto. A Cannabis medicinal, recreativa e industrial tem muitas utilizações e efeitos, mas deve ser utilizada com cuidado e em conformidade com a legislação local.

Deixar um comentário

Início
Conta
Carrinho
Pesquisar
pt_PTPortuguese
Explorar
Arrastar